Técnica inédita promete FREAR Doenças Degenerativas!

0
70


Dr. Márcio Abreu, médico e cientista brasileiro, que atualmente reside no Estados Unidos, comanda uma equipe de médicos do BTT Medical Institute, que fica na cidade de Westport, em Connecticut, nos Estados Unidos. Este instituto é especializado em ajudar as pessoas a proteger, preservar e prolongar a vida, por meio de Indução de proteínas de choque térmico para tratamento e prevenção de doenças degenerativas como a Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), doenças de Alzheimer e o Mal de Parkinson.

image--16-

Esse é um avanço enorme na medicina e uma esperança de que a Induções de Proteínas de Choque Térmico, possa resolver de vez os problemas de envelhecimento com doenças degenerativas graves e que, hoje em dia, diminuem muito o tempo de vida dos pacientes e ainda dificultam a sua mobilidade e raciocínio.

Este tratamento é inovador e tem apresentado ótimos resultados nos pacientes que são operados sem anestesia, sem dor, sem cortes, e é a mente do paciente que indica as regras.

ourinhos3

A Indução de Proteínas de Choque Térmico é uma verdadeira operação do futuro. O cérebro é monitorado por uma espécie de capacete com antenas, que captam o sinal cerebral e fazem a entrega de calor. O paciente chega a ser exposto a uma temperatura de mais de 100 graus, e para garantir a segurança e o controle total das funções vitais, vários sensores são espalhados pelo corpo.

Essa cirurgia do futuro está trazendo de volta a esperança para milhares de pessoas que mal conseguiam andar ou se manter em pé, com resultados realmente impressionantes!

Ourinhos5

Essa mulher que sofre com ELA (esclerose lateral amiotrófica),   não conseguia nem andar e após a cirurgia, entra no carro sem    nenhuma ajuda

Segundo o Dr. Márcio Abreu, a Proteína de Choque Térmico é a molécula mais importante para a vida, não só do ser humano, pois ela é a única presente em todos os seres vivos. Essas proteínas infelizmente começam a diminuir ou mesmo começam a perder a função com o envelhecimento, e o que nós conseguimos foi repor essas proteínas nos pacientes, conseguindo assim tratar essas doenças degenerativas, que anteriormente não eram tratáveis.

Fonte: Jorge Zanoni

Por Saúde Curiosa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui